Eu sou o Lampioneiro e faço  parte da família de fantoches “Personagens da Ilha”. 

 

A Bruxinha, a Benzedeira, o Pescador, a Rendeira e o Lampioneiro compõem esta família de fantoches. Conheça as histórias destes personagens e se divirta criando as suas!

 

Feito para se deixar manipular, o fantoche foi criado para “ganhar vida” com o auxílio do movimento das mãos e da voz de quem o manipula. Enquanto o movimenta, a criança e/ou o adulto representa, imagina, cria, interage e desenvolve habilidades motoras e sensoriais enquanto brinca. 

 

Com o objetivo de resgatar contos e lendas do folclore e fatos reais de personalidades que passaram pela ilha deixando um importante legado para a história da cidade, os fantoches da Aninha foram criados para que a criança tenha boas histórias para contar.

 

Um saber feito à mão pensado e desenvolvido para partilhar e perpetuar histórias. Conheça nossa “família” de fantoches, dividida em 4 grupos: personagens da ilha, personalidades da ilha, a turma do boi de mamão, e os personagens de contos e lendas do folclore brasileiro.

 

Olá, meu nome é Noca e o meu ofício é iluminar a escuridão, quer saber como? 


“O morro do Caboclo eu tive que acender, e na pedra do Urubu fazer a luz aparecer. Aeronaves subiam e desciam avisadas pela luz do lampião, e meu trabalho ficou importante desde então! Todos os dias a trilha do morro eu percorria, e ver o Campeche lá de cima me dava muita alegria!” 

 

Confira a história do Noca no nosso blog:

https://www.aninhapelobrasil.com.br/post/eu-sou-o-lampioneiro

Fantoche - Lampioneiro

R$ 89,00Preço
  • A padronagem do tecido da roupinha deste personagem altera a cada confecção.