• Aninha

Um final de tarde mágico no costão do Morro das Pedras.

Atualizado: Out 13

Hoje eu estava mexendo na minha pasta de desenhos, quando encontrei um que me chamou a atenção. Faz tempo que eu o desenhei e, ao vê-lo novamente, fiquei com vontade de contar para você a respeito dele. É porque ele me trouxe lembranças gostosas de meus passeios no Costão do Morro das Pedras, no sul da ilha de Florianópolis – SC.

Este desenho faz parte de uma série de outros, criados para você colorir e aprender a respeito de lugares incríveis na Ilha da Magia. Quer saber mais?


Acesse o link:

https://www.aninhapelobrasil.com.br/product-page/livro-de-colorir-aninha-floripa-f%C3%ADsico


Eu adoro ir ate lá como os meus pais, e o que eu mais gosto de fazer é ficar sentada no capô do nosso carro vendo as ondas fortes baterem nas pedras do costão e jogarem suas espumas branquinhas pra todo lado. E enquanto observamos o mar, aproveitamos para saborear as comidinhas deliciosas das barracas que ficam ali. Sempre peço uma pamonha e um caldo de cana e como “beeeem” devagar, curtindo aquele visual lindo.

Teve um dia que algo mágico aconteceu! Era uma tarde de setembro e fomos passear por lá. Quando me aproximei do costão para ver o mar, percebi algo se mexendo na água, parecia uma mancha enorme. Então, perguntei à minha mãe:

- Mamãe, o que é aquilo se mexendo no mar?

Minha mãe olhou na direção que eu apontava e percebeu que havia algo maravilhoso acontecendo e, entusiasmada, me respondeu:

- Filha, o que você está vendo são baleias!!! Uma mamãe baleia com seu filhote!

Nossa! Que fantástico! Corri para o carro e peguei a minha máquina, pois não podia deixar de registrar aquele momento especial para sempre.

Uau! Eu nunca tinha visto uma baleia tão de perto. Eu estava muito feliz.

Então, meu pai me explicou que aquelas eram baleias francas e que, geralmente, entre os meses de julho e novembro elas vêm de muito longe para se reproduzirem e terem os seus filhotes ali. Isto acontece, porque as águas de Santa Catarina são mais calmas e quentes para elas.


Ficamos um bom tempo admirando aqueles mamíferos gigantes, e percebi que faziam um barulho engraçado enquanto jogavam uma nuvem de gotinhas de água para cima. Curiosa, quis entender aquilo e minha mãe me explicou:

- Na verdade Aninha baleias, golfinhos e botos precisam subir à superfície para respirarem. E quando respiram eles jogam ar quente para cima que, ao ter contato com o frio da atmosfera, se condensa e cria esta nuvem de gotinhas de água que você vê. E este movimento de respiração faz um som, que parece o de um esguicho.

Fiquei ouvindo a minha mãe atentamente, mas foi difícil de entender o que ela dizia. Para mim, as baleias jogam a água do mar para cima enquanto respiram, numa brincadeira parecida com a dos elefantes, quando esguicham a água com a sua tromba.

Naquele dia, ainda visitamos o mirante da Casa de Retiros Vila Fátima, uma construção de 1956 e toda feita em pedras extraídas da região. Ele fica bem pertinho de onde estávamos e tem uma vista panorâmica do lugar. Foi fantástico ver tudo lá de cima e terminar o passeio assim.

Voltando para casa fiquei pensando em tudo o que vi. Chamam o lugar onde eu moro de ilha da magia, e eu acredito nisso! Pois, poder curtir este mar azulzinho que bate nas pedras enquanto se toma um caldo de cana fresquinho, e ainda ficar tão perto de baleias não é mesmo mágico? Para mim é!


Localizada no Sul da ilha de Florianópolis (SC), entre as praias do Campeche e da Armação, o Morro das Pedras é conhecido por sua praia de areia grossa cheia de bancos de areia. As ondas são fortes e altas, o que a torna própria para a prática do surf. Menos movimentada e com uma comunidade nativa, tem como atrativo o costão de pedras que a cercam em seu lado direito. No alto do morro, em frente ao costão, há uma construção de pedras onde funciona a Casa de Retiro Vila Fátima (Convento dos Jesuítas construído em 1956) que também é um mirante aberto a visitações e que possui um dos visuais mais belos da ilha. É comum avistar baleias-francas nesta região entre os meses de julho e novembro, uma experiência única e que vale a pena!


Até a próxima aventura pelo nosso rico e fantástico Brasil!

10 visualizações
FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES
Logo Casa de Ana-29.png
Você também pode adquirir estes produtos na Casa de Ana

Endereço: Av. Pequeno Príncipe, 971. Campeche - Florianópolis/SC 

Telefone: (48) 3237-3406

Endereço: Rod. Baldicero Filomeno, 7661. Ribeirão da Ilha - Florianópolis/SC 

Telefone: (48) 3206-9667

© 2020 por Aninha pelo Brasil uma realização Casa de Ana

Logo Casa de Ana-02.png

CASA DE ANA LTDA - ME 

CNPJ: 09.328.551/0001-53

Av. Pequeno Príncipe, 971 - Campeche, Florianópolis/SC-Brasil

0
  • Facebook
  • Instagram